Sabemos que o planejamento educacional é uma etapa essencial na prática docente.

Planejar é escolher metodologias, recursos, atividades e objetivos, de acordo com a realidade e a necessidade de cada sala de aula.

Do ensino infantil à pós-graduação, o planejamento deve ser uma prática constante e valiosa de reflexão e direcionamento, pois o que é definido nessa etapa pode ajudar ou atrapalhar a compreensão dos conteúdos e o desenvolvimento dos estudantes.

Mas por onde começar? E quais os pecados capitais do planejamento educacional?

O que você não deve fazer

1) Planejamento orientado para atividades.

Um erro comum é quando o professor se engaja em experiências que possuem um propósito focado mais nelas mesmas do que na aprendizagem dos estudantes. Nesses casos, quando a aprendizagem acontece, ela é praticamente acidental.

É importante pensar: as atividades podem ser divertidas e interessantes, mas será que elas realmente levam os estudantes a desenvolverem as habilidades e competências desejadas?

2) Planejamento de cobertura.

Planos de aula que seguem fielmente os textos didáticos na ousada tentativa de percorrer todo o material dentro de um tempo curto acabam comprometendo a aprendizagem dos estudantes.

É comum ver educadores que usam livros extensos sem nenhum objetivo intelectual orientador e sem definição de prioridades claras que podem estruturar a experiência de aprendizagem.

Lembre-se: apesar de existirem ótimos livros didáticos, segui-los à risca nem sempre favorece a aprendizagem dos estudantes.

A partir desses erros, podemos levantar três reflexões importantes:
• Planejamento pede por ação e demanda questionamentos constantes.
• Planejar é estabelecer métodos orientados a resultados e objetivos claros de aprendizagem.
• O planejamento é essencial para realizar o seu projeto e prática docente.

Você deve estar se perguntando: qual o melhor caminho a seguir?

Os docentes e pesquisadores do Instituto Ânima acreditam que o planejamento reverso é uma ferramenta eficiente e completa que está à altura do desafio.

Clique aqui e conheça mais sobre os benefícios do Planejamento Reverso.